SOBRE OS PEIXES

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características do Peixe Tucunaré

Considerado uma das melhores espécies para a prática da pesca esportiva, o Peixe Tucunaré Açu possui diversas particularidades.
Por exemplo, dependendo da condição de pesca, é interessante que você utilize algumas tátcas para o sucesso da sua pescaria.
Portanto, hoje iremos falar sobre as características do Tucunaré Açu, assim como, as melhores dicas de captura da espécie.

O Peixe Tucunaré Açu é uma espécie de escamas com um corpo alongado e fino. Assim, os exemplares adultos podem chegar a 1 metro de comprimento e alcançam quase os13 kg.Já a cabeça do animal é grande e ele tem uma mandíbula protuberante. De outro modo, uma característica importante sobre o Peixe Tucunaré Açu seria a sua variação no padrão de cor.
Inicialmente muitos acreditavam que a fêmea e o macho eram de espécies diferentes, mas depois de  estudos, foi possível separar os indivíduos por meio de um padrão.

Por exemplo, os indivíduos não reprodutores apresentam uma cor escura e um padrão de pintas claras.
Em contrapartida, os reprodutores têm uma cor verde-oliva e não possuem manchas claras, mas sim, três barras largas e escuras no corpo.
Por isso, é importante que você saiba que nenhuma outra espécie de tucunaré apresentou tantas variações de indivíduo para indivíduo.
E por fim, saiba que todos os tucunarés têm uma mancha redonda no pedúnculo caudal, que seria o ocelo, algo similar a um olho.

Com um comportamento sedentário, o Peixe Tucunaré Açu não realiza as migrações para desovar no peridoda da piracema.
Sendo assim, os peixes ficam em regiões específicas de lagoas e lagos como as matas inundadas ou beira de rios.
Com isso, eles podem construir o ninho e proteger os filhotes.
É comum encontrar os animais da espécie em casais que por sua vez, se reproduzem em ambientes lênticos. Além disso, o Peixe Tucunaré Açu tem hábitos diurnos.

A principal curiosidade sobre o Peixe Tucunaré Açu é que ele tem grande relevância para o turismo da pesca esportiva.
Quando se pratica o pesque e solte o mesmo peixe é capturado mais de uma vez e por pescadores diferentes.
E como dito, suas características proporcionam uma excelente pescaria ao amantes das iscas artificiais.
Também vale citar como curiosidade que houve algumas tentativas de introdução da espécie fora da região de distribuição nativa.
Em especial, a introdução ocorreu nos EUA em Estados como Texas e Flórida, mas as tentativas não tiveram bons resultados. Assim, o único local em que a espécie apresentou bom desenvolvimento foi na Cingapura.

Os equipamentos ideais para a captura do Peixe Tucunaré Açu seriam as varas de ação média a pesada.
Também é importante o uso de linhas de 30lb a 65lb e anzóis de n° 2/0 a 4/0, sem o uso de empates de aço.
Já para evitar que você perca o peixe nas galhadas, use um leader com linha grossa e de boa qualidade.
E com relação às iscas, use modelos naturais como os pequenos peixes e camarões.
De outro modo, você pode usar praticamente todos os modelos artificiais para a captura da espécie, sendo o mais indicado as iscas de superficies para uma maior emoção.E caso você use iscas artificiais, considere o seguinte:O Peixe Tucunaré Açu ataca a isca de 3 a 4 vezes antes de ser fisgado, por isso, você deve deixar a isca sempre em movimento, para atrair o animal.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Tamba

O Tambacu é um peixe híbrido, obtido a partir do cruzamento do Tambaqui com o Pacu e tem os mesmos hábitos do Tambaqui. Toleram baixos teores de oxigênio dissolvido na água; atingem maturidade sexual por volta do quarto ano de idade, com cerca de 55 cm de comprimento; não se reproduzem naturalmente em viveiros; possuem boa adaptação ao cativeiro, rusticidade, grande habilidade de ganho de peso, alta taxa de reprodução e bom sabor e consistência de sua carne. "Mas, possuem baixa resistência ao frio e às mudanças bruscas de temperatura", O tambaqui, também chamado de pacu vermelho, é um peixe de água doce e de escamas com corpo romboidal, nadadeira adiposa curta com raios na extremidade; dentes molariformes e rastros branquiais longos e numerosos. Boca prognata pequena e forte com dentes molariformes.

O híbrido tambacu é o resultado do cruzamento de ovócitos de uma fêmea do tambaqui (Colossoma macropomum) e o sêmen do macho de pacu-caranha (Piaractus mesopotamicus).
Segundo o professor Heitor, o peixe representa a primeira produção de híbridos interespecíficos de peixes nativos no Brasil que envolvem matrizes de bacias hidrográficas distintas, o tambaqui endêmico da bacia Amazônica, e o pacu, endêmico da bacia do Prata (rios Paraná, Paraguai e Uruguai).

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Traírão

O Peixe Trairão é totalmente agressivo na época de reprodução e voraz, além de ser uma espécie carnívora.
Nesse sentido, hoje será possível conferir mais alguns detalhes sobre o bicho, incluindo suas características.
Além disso, você poderá entender uma curiosidade muito interessante: o peixe não apresenta o dimorfismo sexual, algo que afeta diretamente na diferenciação entre machos e fêmeas.
O Peixe Trairão tem uma cabeça que mede aproximadamente 1/3 do seu comprimento total, além de ter um corpo com formato cilíndrico.
E quanto à coloração do bicho, é importante citar que ele em geral é da cor marrom escuro e pode ser enegrecido.
Os flancos do peixe são acinzentados e seu centre é esbranquiçado, tal como ele tem uma língua lisa e sem dentículos.

O Trairão consegue se camuflar facilmente em fundos de lama e também em folhas.
As nadadeiras do bicho têm bordas arredondadas e também possuem a mesma cor do corpo.
A espécie é capaz de atingir 1 metro de comprimento e o total de 15 kg. Já os indivíduos raros ultrapassam os 20 kg.
E finalmente, sua expectativa de vida seria de mais de 10 anos de idade e a temperatura ideal da água é entre 22°C a 28°C.

Um ponto que deve ser esclarecido quando o assunto é reprodução, seria que os peixes desta espécie não apresentam o dimorfismo sexual.Em outras palavras, na época de reprodução eles não têm uma diferenciação exterior entre os sexos.
Mas, de modo geral, o ventre das fêmeas se desenvolve e os machos ficam completamente agressivos.
Com isso, ao começar a produção do ninho, o peixe Trairão não permite que nenhum outro animal se aproxime, algo que se inicia no mês de setembro e se encerra em abril.

O Peixe Trairão é natural das Bacias Amazônica (nas regiões de cabeceiras dos tributários), Tocantins-Araguaia e também do Prata (logo no alto Paraguai).
Aliás, nos rios do médio e baixo Amazonas como, por exemplo, Tapajós, Tocantins e Xingu, o animal pode estar presente.
A espécie é comum em ambientes lênticos, isto é, locais rasos de lagos, enseadas e ressacas.
Também está na margem de rios e em águas rasas e quentes, assim como no fundo de lama, vegetação e galhos.
E vale citar a preferência por locais mais fundos dentro de rios e riachos em que o fluxo de água é rápido.
Por fim, o Peixe Trairão gosta de obstáculos como os troncos de árvores e algumas rochas submersas.
Um ponto interessante sobre esta espécie é o seguinte:
Quase sempre que a isca é colocada em seu raio de ação, o peixe ataca.

Por isso, a captura não será difícil, basta atrair o animal corretamente e usar equipamentos adequados, tal como as iscas.
Assim, use materiais do tipo médio/pesado ou pesado e prefira as varas de comprimento variado como as de 6 a 7 pés.

Também é importante o uso de linhas de 15 a 20 lb (0,35 a 0,50mm) e um molinete ou carretilha que comporte até 100 m de linha.
E com relação aos anzóis, utilize modelos de n° 6/0 a 8/0, que sejam encastoados com empates de aço ou arame.
Iscas podem ser modelos naturais como os lambaris, cachorra, curimbatá, matrinxã e os demais peixes pequenos da região de pesca. Dessa forma, use modelos vivos, mortos ou em pedaços.

Por outro lado, aos que preferem o Fly Fishing ou o tipo de pesca com moscas, o ideal é o uso de iscas como hairbugs, poppers, divers e streamers.

E nesta modalidade de pesca, use também as varas de 8 a 10, com linhas floating, assim como um pequeno empate.
De modo geral, as iscas artificiais também são eficientes como os modelos plugs d meia água e de superfície, como jumping baits e hélices.
Aliás, as poppers podem provocar muito bem o Peixe Trairão, tal como as Buzzbaits e sniper baits que são atacadas com grande facilidade.

____________________________________________________________________________________________________________________________


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características do Peixe Tilápia

A tilápia é uma espécie bem comum de peixe no Brasil, por isso, cada dia mais pescadores optam por essa espécie, mas como fazer massa para tilápia? Existem vários tipos de massas caseiras para tilápias, é sempre bom ter várias opções.
Já que assim como as iscas que existem uma mais adequada para cada situação de pesca. Dependendo de alguns fatores, a espécie pode estar preferindo uma massa diferente. Mas, mesmo com uma massa infalível, é preciso se atentar as condições de pesca da tilápia.Faça muito silêncio, mesmo com a massa para tilápia ideal, manter o silêncio é essencial para pesca dessa espécie;
Se fisgar, mas acabar perdendo, dê um tempo nesse local, ou tente procurar outro, essa espécie é arrisca e ficará um tempo longe desse local;
Procure pescar nos horários que o peixe se alimenta, que é de manhã e no final da tarde;Por fim, antes de qualquer coisa, mecha no barro e na água do rio, só depois manuseie a massa e seus equipamentos da pesca. Inclusive, se houver a possibilidade faça a massa no local e utilize a água do pesqueiro. O peixe reconhece o cheiro do seu ambiente e assim se sentirá mais seguro, para comer sua isca.
Entretanto, quando falamos em equipamentos para a pesca da tilápia, é importante que ele seja leve e com alto grau de sensibilidade. Aliás, dentro de um cardume de tilápia existem peixes pequenos e alguns que ultrapassam os 2 quilos. Então, prepare seu material para o de maior peso para não correr risco.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Robalo

Saber como pescar robalos não é tão simples, uma vez que o animal é conhecido por seu comportamento imprevisível. O pescador que sai em busca desse peixe tem um desafio pela frente, mas o prazer em conseguir fisgá-lo promete recompensar todo o trabalho.
Os robalos podem atingir grandes proporções: há registros de espécies pescadas com peso superior a 30 quilos. Esses peixes têm corpo alongado e comprimido de cor cinzenta-prateada. Entre suas doze espécies, as mais comuns de serem encontradas no Brasil são o
robalo-flecha e o robalo-peva.
Se você quer enfrentar o desafio da pescaria de robalo, confira alguns itens essenciais para conhecer bem a espécie e ter uma pescaria bem sucedida!

O robalo não é apenas uma espécie de peixes, mas um gênero da família Centropomidae. Ao todo, são doze tipos diferentes, e quase metade deles pode ser encontrada no litoral brasileiro.
Os mais comuns são o robalo-flecha e o robalo-peva. O primeiro tem o corpo e a cabeça mais esguios e alongados, com nadadeiras mais amareladas, enquanto o segundo pode ser reconhecido por ser mais robusto e esverdeado.
O robalo pode ser encontrado na maior parte do litoral brasileiro. É um peixe que vive preferencialmente em estuários e águas costeiras, mas que também está presente nas partes altas dos rios ou em manguezais.
Na costa nordeste do Brasil, é comum encontrar robalos com tamanho e peso maiores que os do restante do país. Entretanto, ele está presente desde o Amapá até o Rio Grande do Sul.

É possível pescar robalos tanto com iscas naturais quanto com iscas artificiais. Se a opção for por uma isca natural, as mais utilizadas são camarão vivo, corrupto vivo, lambari, piaba, manjuba, mamarreis e barrigudinho.

Se for utilizar iscas artificiais, o pescador pode optar por modelos de fundo, de meia-água ou de superfície, conforme a atividade do peixe. As mais indicadas são zara, stick, popper, crank bait, jig e plugs de fundo. A escolha da cor vai depender da água: em águas mais claras, use iscas de cor mais suave; em águas turvas, prefira iscas de cores mais fortes.
O robalo é considerado “enjoado” na hora de fisgar. Portanto, para dias em que há uma grande variação na maré, leve para a sua pescaria diversos tamanhos de isca. Dessa forma, você poderá ir testando e se adaptando.

A pescaria de robalo exige grande sensibilidade por parte do pescador. Ao soltar a linha, é necessário sentir o contato da isca com fundo, e em seguida, dar toques com o vara, visando fisgar o peixe. 

Por seu comportamento imprevisível, isso pode acontecer tanto após o contato da isca com o solo, quanto durante sua caída. Por isso, repita o processo várias vezes, variando o método: dê toques duplos; em seguida, toques rápidos; em seguida, um toque único mais longo, e assim sucessivamente.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Dourado

O peixe Dourado é uma espécie muito bela e arisca, por isso, pode ser um bom exemplar para a prática da pesca esportiva.
Sendo assim, ao decorrer da leitura, confira todos os detalhes da espécie, desde o seu nome científico até algumas dicas de pesca.

Natural da América do Sul, o peixe Dourado tem esse nome vulgar graças a sua cor que apresenta alguns reflexos dourados.
À vista disso, cabe citar que o peixe não é dourado quando jovem, pois ele tem inicialmente uma cor prateada.
Portanto, à medida que cresce o peixe ganha uma coloração dourada, reflexos avermelhados, com uma mancha na cauda e estrias escuras nas escamas.
Já em sua parte inferior, a cor do peixe Dourado clareia gradativamente.

Assim, o animal é considerado o “rei dos rios”, tem o corpo lateralmente deprimido e seu maxilar inferior é saltado.
Também tem uma cabeça grande e mandíbulas com dentes afiados.
Dessa forma, o peixe vive em torno 15 anos e seu porte varia de acordo com a região em que vive.
Por exemplo, os exemplares mais comuns possuem 70 a 75 cm de comprimento e pesam de 6 a 7 kg.
Entretanto, os indivíduos mais raros da espécie podem atingir cerca de 20 kg.
Outra característica relevante é que o peixe Dourado tem a nadadeira anal longa e um grande número de escamas na linha lateral.
Inclusive, o macho se diferencia da fêmea, pois ele possui espinhos na nadadeira anal.
Sendo nativo da América do Sul, em especial de habitats de água doce, o animal é pescado em países como Brasil, Paraguai (incluindo o Pantanal), Uruguai, Bolívia e também norte da Argentina.

Por isso, em rios Paraguai, Paraná, Uruguai, São Francisco, Chapare, Mamoré e Guaporé e a drenagem da Lagoa dos Patos, podem abrigar peixes Dourados.
Além disso, esta espécie é capaz de se adaptar muito bem em outras bacias, por isso, conseguiu se desenvolver no sudeste brasileiro em locais como Paraíba do Sul, Iguaçu e Guaraguaçu.
Sendo assim, para encontrar o peixe Dourado, lembre-se de que ele é carnívoro e costuma capturar suas presas nas corredeiras e nas bocas de lagoas durante a vazante.
Inclusive, durante a desova os Dourados ficam localizados nas cabeceiras dos rios em águas limpas, local em que a prole consegue se desenvolver.

Primeiro de tudo, lembre-se de que o peixe tem uma boca dura e com poucas partes em que a garateia ou anzol possa se prender.
Por esse motivo, use um anzol bem afiado, bem como, iscas artificiais pequenas, visto que, se acomodam melhor na boca do peixe.

Além disso, tenha sempre em mente que o tamanho mínimo para a captura é de 60 cm.
Em conclusão, devemos falar o seguinte:
Basicamente esta espécie sofre com a pesca predatória e com a criação de diversas barragens nos rios do Brasil
Isso significa que a quantidade de peixe Dourado está diminuindo a cada dia.
Dessa forma, em alguns países como o Paraguai há algumas restrições de pesca e em nosso país, mais especificamente no Rio Grande do Sul, a espécie está ameaçada.
Em contrapartida, o peixe Dourado é altamente predatório, oferecendo riscos a outras espécies de peixes nativos de algumas regiões, por conta dos seus hábitos alimentares.
Sendo assim, esteja atento às leis da região e informe-se se a pesca dessa espécie está liberada ou não.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Dourado do Mar

Um dos animais mais cobiçados nas pescarias, o peixe dourado do mar chama atenção pelo formato peculiar do seu corpo e também por suas cores vivas. Por essas e outras características, cada vez mais a procura pelo bicho aumenta na prática da pesca esportiva Brasil afora.

A beleza do peixe é um dos maiores atrativos, assim como os embates quando ele é fisgado. Tudo isso torna a pesca desse exemplar ainda mais interessante, pois, além de tudo, é um animal grande e forte. Confira mais sobre o dourado do mar e descubra detalhes dessa espécie que causa tanto fascínio nos pescadores!
Não será nada difícil reconhecê-lo quando você encontrar o seu. Com o corpo comprido e alongado, o bicho pode chegar a medir até 2 metros e pesar 40 kg. A cabeça do peixe é protuberante e a característica que mais se destaca é a sua nadadeira dorsal, que vai da cabeça até a cauda e tem cerca de 60 raios.

As cores azul e verde azulado de seu dorso também o diferenciam. A coloração dourada e pintas claras e escuras em conjunto com ventre prateado finaliza o show de cores. O peixe é muito veloz e tem capacidade de dar saltos incríveis, o que dá um toque a mais na captura dele durante a pesca esportiva.
É possível pescar a espécie em praticamente todo o litoral brasileiro, desde o Amapá até Santa Catarina. Nas regiões entre os estados de Espírito Santo e Santa Catarina eles são encontrados com mais facilidade, devido as águas mais claras dessas áreas.
O peixe gosta de água límpida e quente (acima dos 20 graus), preferindo o mar aberto. Porém, os mais jovens costumam nadar perto das costas, local de reprodução da espécie. Isso ocorre principalmente entre os meses de outubro e março. Já entre janeiro e fevereiro os animais ficam mais próximos aos costões.

O dourado do mar é um peixe pelágico, portanto não há um lugar específico para encontrá-lo. Durante o ano inteiro ele está sempre migrando de um lugar para o outro.

Por ser um peixe grande e que briga bastante na captura, o equipamento utilizado faz toda a diferença para o sucesso da fisgada. Por isso, invista em uma vara de 30 lb com molinete de porte médio, que armazene de 150 a 220 m de linha. Essa linha deve ser de multifilamento de 12 a 25 lb, pois esse tipo de linha tem uma resistência maior, e use um leader de 0,55 mm.

Se tratando de iscas, as artificiais têm melhor desempenho nessa captura, como plugs de meia água, poppers e colheres. Os anzóis mais eficientes devem ser de n° 2/0 a 6/0, com uma chumbada média.
Contar com equipamentos de qualidade é fundamental para a captura do peixe dourado do mar. Caso contrário, a pescaria pode não ser tão satisfatória assim. Invista no seu material de pesca e aproveite as dicas, assim você conseguirá fisgar seu dourado do mar!

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Marlin

O Peixe Marlin Azul é um animal muito importante para a pesca esportiva porque tem características irresistíveis para qualquer pescador.
Além de voraz e briguento, para a captura desta espécie é preciso usar equipamentos pesados, técnicas e toda a força bruta possível.
Por esse motivo, é um dos peixes mais cobiçados da pesca oceânica e apresenta importância no comércio, sendo vendido fresco ou congelado.
Assim, ao prosseguir a leitura você poderá conferir todas as características desta espécie, alimentação, reprodução e curiosidades.

O Peixe Marlin Azul também tem por nome vulgar na língua inglesa, Blue marlin.
Além disso, marlim-azul, espadarte-azul, agulhão, agulhão-azul e agulhão-negro, são alguns de seus nomes vulgares na língua portuguesa.

Dessa forma, dentre as características que diferenciam o animal, devemos mencionar as 15 fileiras de listras.
Estas fileiras ficam espalhadas por todo o corpo e têm uma cor de cobalto pálido.

O animal é considerado um peixe teleósteo, oceânico e que ganha grande parte dos nomes vulgares por conta da sua coloração preta ou azul no dorso.
O ventre do bicho é branco ou prata, bem como a primeira nadadeira dorsal tem cor negra ou azul escura.
Já as demais nadadeiras têm uma coloração próxima do marrom ou azul escuro.

Há também uma cor branca ou prata na base da barbatana anal.

No que diz respeito ao comprimento, o Marlin Azul alcança cerca de 4 m e os jovens têm um crescimento considerado rápido.
Por outro lado, o animal pode pesar 94 kg e a sua expectativa de vida seria de 20 anos.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Piraíba

O Peixe Piraíba é conhecido por grande parte dos pescadores e temido pelas comunidades ribeirinhas, pois muitos afirmam que o animal é capaz de engolir facilmente uma pessoa de estatura média.
Sendo assim, você pode notar o quanto este bicho é voraz e pode lhe oferecer uma pesca inesquecível, principalmente por conta do seu tamanho e força.
Portanto, saiba todas as informações da espécie e a tralha ideal para captura.

Com um corpo robusto e de grande porte, o Peixe Piraíba tem seis barbilhões sensitivos na região anterior de sua cabeça e é o maior bagre das águas brasileiras.O bicho também ganha o título de maior peixe de água doce, depois do peixe pirarucu.
Além disso, o animal tem uma boca ampla e quase terminal, olhos pequenos e uma cabeça larga.

E com relação as suas nadadeiras, ele tem duas dorsais, sendo a primeira próxima do centro de seu corpo e bem desenvolvida. Já a sua segunda nadadeira dorsal é simétrica e tem o lobo superior e inferior do mesmo tamanho.

Por outro lado, a sua nadadeira peitoral é ampla.

O Peixe Piraíba também é conhecido como piratinga e piranambu e quanto a sua coloração, entenda o seguinte: As Piraíbas têm o dorso cinza oliva, uma cor que se aproxima do escuro. Aliás, o seu ventre é claro, próximo ao branco.
No que diz respeito ao seu tamanho e peso, os indivíduos raros podem alcançar os 3 metros e uma massa de 300 kg. Dessa forma, os filhotes da espécie podem alcançar os 60 kg.
No entanto, os pescadores costumam capturar exemplares abaixo de 10 kg.
Por fim, esta espécie pode ser criada em aquário, porém deve permanecer isolada. Isso porque há relatos de peixes Piraíbas que engoliram outras espécies do mesmo tamanho.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Piapara

O Peixe Piapara também é conhecido como boga nos países visinhos e tem o costume de sobreviver em cardumes com o objetivo de evitar os ataques de predadores como os dourados.
Além disso, o animal tem um ótimo valor comercial, bem como, uma carne leve, saudável e muito saborosa.
E conforme a sua qualidade, o bicho é mais apreciado do que os seus primos piau e piauçu, em diversas regiões do Brasil.
Portanto, ao decorrer do conteúdo iremos tratar sobre as principais características da espécie e esclarecer todos os detalhes necessários, vamos lá:

Piapara é o nome vulgar de um peixe de escamas, que possui o corpo alongado, alto e fusiforme, além de ser natural da Bacia do Rio Paraguai.
Sendo assim, quando falamos sobre este nome comum, cabe citar que ele não representa somente a espécie Leporinus obtusidens.

Portanto, Piapara também corresponde à espécie Leporinus elongatus comum no São Francisco e a Leporinus crassilabris.
Nesse sentido, o peixe Piapara é parente dos piaus, piavas e piavuçus, porém se diferencia dos demais Leporinus graças à acarneirada de seu focinho.
Assim, este animal tem uma coloração prateada e três manchas pretas nas laterias do corpo, bem como, nadadeiras amareladas.

Por outro lado, o bicho tem uma boca terminal bem pequena e pode alcançar 40 cm de comprimento e 1,5 kg.
Todavia, os maiores exemplares podem alcançar os 80 cm e pesar cerca de 6 kg, tal como, a sua expectativa de vida é de 7 anos de idade.

As Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins e do Prata, abrigam a espécie.

Também há Piaparas em regiões do Mato Grosso, Minas Gerais, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Goiás, São Paulo e Paraná.

Portanto, os peixes são pescados durante todo o ano e o tamanho mínimo para a captura é de 25 cm para os Leporinus obtusidens, 30 cm para Leporinus elongatus e 40 cm para os Leporinus crassilabris.

Dessa forma a pesca durante o amanhecer ou entardecer é vantajosa, pois a espécie prefere a baixa luminosidades.Por esse motivo, os poços profundos abrigam o peixe Piapara, bem como, as margens de rios, na boca de lagoas, corixos, baías, afluentes e remansos de rios.
Também é possível pescar o peixe próximo da vegetação.Por fim, procure o animal em matas inundadas, como por exemplo, os locais perto de galhadas.
E com isso, os animais ficam aglomerados em águas paradas que estão com a temperatura em torno de 21 a 27 ºC.

Acima de tudo, é interessante que você tenha paciência ao pescar o peixe Piapara.
Isso ocorre porque o bicho costuma pegar a isca com suavidade e logo em seguida, acomodá-la na boca.
E ao passo que o pescador fica afobado, o peixe foge com grande facilidade.
Por isso, fique calmo!

Além disso, uma dica crucial é o uso de uma ceva com milho ou até mesmo de uma massa de farinha.
Desse modo, você consegue reunir os peixes no local adequado em que irá pescar.
Inclusive, aos que preferem a pesca embarcada, o uso de um canhão pode ser útil, pois ele mantém os peixes nas áreas.

Por outro lado, quando falamos acerca dos equipamentos, você pode usar uma vara de bambu em uma pescaria de barranco.
Já para a pesca embarcada, escolha uma vara de ação média e carretilha.

Dessa forma, as linhas ideais são as de 12 a 14 lb, preparada com uma chumbada leve e solta na linha. Também é importante o uso de um anzol pequeno.
E finalmente, com relação às iscas, priorize o uso das naturais, como o milho verde e azedo, o caramujo e as bolinhas de massa.
Há também indivíduos que usem os filés de salmão, calabresa, salsicha e até mesmo a tuviras como isca.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Pintado

O Peixe Pintado impressiona aos pescadores, em especial pelo sabor de sua carne e por ser uma espécie esportiva. E com exceção do mercado de aquários, o animal é muito valorizado.
Por esse motivo, no conteúdo de hoje você poderá conferir todos os detalhes do Pintado, bem como, os melhores equipamentos para a sua captura.
O Pintado é uma espécie exclusiva da América do Sul e é distribuída na Bacia do Prata e também no Rio São Francisco.
Dessa forma, os maiores indivíduos estão no Rio São Francisco, possuindo cerca de 90 kg.

De outro modo, na Bacia do Prata é incomum encontrar indivíduos grandes.
Portanto, além de pintado, surubim-caparari, caparari, brutelo, loango, e moleque, são alguns nomes comuns para esse peixe de couro e de água doce.

E quanto as suas características corporais, o Pintado tem o corpo roliço, que vai afinando em direção à sua cauda.
Nesse sentido, o seu abdome é um pouco achatado.

Sua cabeça também é achatada, grande e pode medir entre 1/4 a 1/3 do tamanho do corpo.
Outra característica que tem relação com o corpo do animal é que ele tem três pares de barbilhões e um maxilar maior que a sua mandíbula.

Já a coloração do Peixe Pintado é cinza.
Por isso, não apenas possui uma cor chumbo, como também azulada. E depois de sua linha lateral, o animal começa a ganhar uma coloração branca ou creme.
De outro modo, acima da linha lateral o peixe tem faixas estreitas e brancas que cruzam o seu corpo.
Em conclusão, o animal normalmente alcança os 80 kg e quase 2 metros de comprimento.
Geralmente o Peixe Pintado está em calhas de rios nos poços mais fundos ou em regiões alagadas no período de cheia.
Também estão em corixos e vazantes à procura de alevinos, jovens e adultos para se alimentarem.
Por isso, em geral os pintados caçam espécies como lambari, tuvira, curimbatá e jeju.

Outros locais em que esta espécie frequenta são os encontros de água formados por saídas de rios ou bocas de lagoas.
Por fim, o pescador consegue capturar o animal em barrancos verticais, normalmente durante o período da noite, em que o bicho sai à procura de peixes de pequeno porte.

A princípio, é interessante que você saiba que para a captura deste animal, use equipamentos do tipo médio a pesado.
Também use linhas de 17, 20, 25 a 30 lb, preparadas com empates e anzóis de n° 6/0 e 10/0.

Já com relação às iscas, priorize o uso de modelos naturais como os peixes sarapós, muçum, tuviras, lambaris, piaus, curimbatás, e minhocuçu.
E apesar de menos eficientes, você também pode usar iscas artificiais como plugs de meia água e de fundo.
Em suma, como dica de pesca, tenha muito cuidado ao manusear o Peixe Pintado.
Isso porque o animal deve ser redobrado por causa dos espinhos e de suas nadadeiras dorsal e peitorais.

____________________________________________________________________________________________________________________________


Características do Peixe Pirarucu

O Peixe Pirarucu representa o componente principal em pratos típicos do Pará e do Amazonas.
Dessa forma, a carne do animal tem um grande valor, bem como, é muito requisitada nos Estados brasileiros.
E além da sua carne, era comum que as pessoas usassem antigamente as suas escamas como lixa de unhas e para outras utilidades.
Mas quando partimos para o cenário da pescaria, o animal também oferece grande emoção. Por isso, prossiga e confira todas as suas características, incluindo dicas essenciais de pesca.

Com o seu corpo comprido e cilíndrico, o Peixe Pirarucu também apresenta escamas grossas e largas.
Além disso, a coloração do animal se baseia em um verde escuro no dorso, tal como, uma cor avermelhada escura nos flancos e na cauda.

Portanto, a intensidade das cores desta espécie pode variar conforme as características da água do rio.
Dessa forma, em águas lodosas, o bicho fica mais escuro e quando ele vive em águas claras, a cor que fica em evidência é o vermelho.

Nesse sentido, a sua coloração é tão relevante que o nome vulgar mais comum significa peixe (pira) vermelho (urucu).
E quanto as suas características corporais, vale citar que ele tem uma cabeça achatada e suas mandíbulas são salientes.

Já a sua pupila é saliente e tem uma cor azul, assim como os seus olhos são amarelados.
Assim, você pode notar que a pupila sempre está em movimento, como se o animal observasse tudo ao seu redor.
Sua língua também é bem desenvolvida e tem um osso na parte interna.
E no que diz respeito ao seu peso, saiba que os exemplares comuns chegam aos 100 kg e os raros podem alcançar cerca de 250 kg e vivem 18 anos de idade.

____________________________________________________________________________________________________________________________









Características do Peixe Carpa Cabeçuda

Seja pelo tamanho ou por sua beleza, a Carpa Cabeçuda é uma espécie muito querida pelos pescadores de diversos lugares do mundo.
Sendo assim, esta espécie nativa da China tem uma alimentação peculiar, algo que influencia diretamente na pescaria.
A Carpa Cabeçuda tem como nome científico Anstichtys nobilis e é uma espécie originária da China.

Assim, dependendo da região, você encontra a Carpa Cabeçuda como Carpa de Cabeça Grande e Carpa Chinesa.
E basicamente o peixe é capaz de se reproduzir e crescer com grande facilidade, por isso, se adaptou muito bem em águas brasileiras.
Portanto, é encontrado em rios e lagos a 1 ou 2 metros de profundidade, bem como, próximo à vegetação da margem.

E o peixe prefere a água com temperatura por volta de 25 graus.
Quanto ao tamanho e peso, geralmente a carpa pode alcançar 1 metro de comprimento e até 40 quilos.

Entretanto, há relatos que o maior exemplar capturado foi uma Carpa Cabeçuda de incríveis 60 quilos.
E com relação à sua alimentação, a carpa cabeçuda é um peixe zooplanctófago, ou seja, tem alimenta-se de  zooplâncton. Não possuem dentes e sua boca tem a capacidade de projetar-se.
Deste modo, necessita de filtrar um grande volume de água por meio de suas guelras. Esse sistema funciona como um excelente coador, mantendo as partículas sugadas por sua enorme boca.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Baiacu

O Peixe Baiacu também pode atender pelos nomes vulgares sapo-do-mar, Lola, fugu e peixe-balão.
Dessa forma, os nomes representam uma ordem chamada de Tetraodontiformes, que seriam peixes comuns na fauna fluvial da América do Sul.

No geral, estes animais estão presentes em nosso país. O termo Baiacu reflete todas as espécies que têm a capacidade de inflar o corpo no momento em que se sentem ameaçados por algum predador.
Sendo assim, hoje iremos falar mais sobre o Peixe Baiacu, esclarecer detalhes sobre cada espécie, reprodução, alimentação, dentre outros.

O nome científico destes animais vem da língua grega e significa “com quatro dentes”.Este nome tem relação com as quatro placas dentais que ficam dispostas em quadrantes na boca do animal.

Assim, há dois dentes na parte superior e mais dois na parte inferior da boca.
E os dentes formam um bico pesado e forte que é capaz de destruir suas presas.Outra característica que separa as espécies de Peixe Baiacu seria a sua capacidade de inflar o corpo.

Os animais ficam parecidos com um balão quando se sentem ameaçados por predadores, pois começam a ingerir ar ou água. Como resultado, as escamas se abrem como espinhos, a pele se alonga e o estômago começa a abrir.

É como se fosse uma estratégia de encher o estômago para se tornar maior.
Por fim, apesar de possuírem um corpo muito delicado, os animais têm pele e vísceras venenosas.
Além da capacidade de inflar o corpo, o animal também é conhecido por ser um bicho tóxico.

Os órgãos internos e os olhos dos peixes possuem uma toxina que tem por nome tetrodotoxina.
Esta toxina é 1200 vezes mais mortal que o cianureto, além de ficar principalmente no fígado do Baiacu.

Também pode se espalhar para a pele ou carne, quando o animal se sente ameaçado por algum predador.

Nesse sentido, caso um ser humano coma uma refeição feita com a carne do baiacu, que foi manipulada de forma inadequada, danos enormes podem surgir.
O óbito é um dos danos, por isso, a ingestão da carne pode ser perigosa.
Mas, um ponto muito curioso seria o valor do Peixe Baiacu na culinária, em países como Japão e Coreia.

A carne é consumida há anos e nestes países é chamada de fugu.
Portanto, o famoso fugu pode ser feito somente por chefs com licenças especiais, que conseguem remover a glândula de veneno da carne do bicho.
E no geral, o peixe é um dos principais ingredientes para preparar sashimi.

_______________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Truta

O Peixe Truta arco-íris é cultivado em diversos países da União Europeia, além da Noruega, Chile, Turquia e Irã, principalmente para o uso na culinária.
Assim, o bicho tem uma boa carne que é comercializada de maneira fresca, defumada ou enlatada em vários locais do mundo.

E além das suas vantagens com relação à culinária, este animal também proporciona grande emoção em meio à pescaria.Por isso, nos acompanhe para conhecer todos os seus detalhes.

Em primeiro lugar, é interessante citar que o Peixe Truta arco-íris tem esse nome vulgar devido as suas manchas coloridas.
Assim, o animal é alongado e os exemplares maiores têm um corpo comprimido.

O peixe não tem manchas brancas e pequenas na região cefálica que geralmente são chamadas de tubérculos nupciais.De modo diferente, o animal tem uma coloração prateada, bem como algumas pintas pretas espalhadas no corpo.

De modo geral, o Peixe Truta arco-íris está no Brasil e no Chile, quando consideramos somente a América do Sul.
Em nosso país, por exemplo, o animal está presente desde 1913, quando os primeiros piscicultores decidiram iniciar a criação em cativeiro.

Mas, saiba que este é um peixe de clima temperado e por esse motivo, não conseguiu se espalhar muito no Brasil.
Nesse sentido, o animal prefere as águas claras, frias e habita nascentes. Outros locais para a captura também são os lagos, riachos, rios e as áreas entremarés. E geralmente, os peixes desta espécie ficam entocados no fundo.

Como dica de captura do Peixe Truta arco-íris, use uma linha leve ou ultra-leve porque isso torna a experiência mais difícil, porém muito interessante.

Isso porque a truta consegue perceber a linha grossa e se afasta da isca.Isto é, usando linhas grossas, você pode perder o peixe facilmente.
E por falar em iscas, use modelos artificiais como as colheres e os gabaritos em uma faixa de 2,5 a 7 centímetros.
Inclusive, como dica de pesca você pode interagir com os pescadores do local, tal como analisar a região de pesca para entender o tipo de alimento da espécie naquele determinado lugar.
Desse modo, você consegue adequar as suas iscas e a pesca se torna mais eficiente.

__________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Atum

Peixe Atum é um nome vulgar que pode representar 8 espécies do gênero Thunnus e mais duas espécies da família Scombridae, que seriam animais importantes na pesca.
Por exemplo, no ano de 2002 foram pescados mais de seis milhões de toneladas de atuns em todo o mundo.Nesse sentido, prossiga a leitura e conheça detalhes de todas as espécies, características similares, reprodução, alimentação e curiosidades.Também será possível conferir as principais dicas de pesca.
Dentre os diferenciais, este animal habita águas com temperaturas entre 13° e 29 °C, tal como tem um bom valor no mercado.

No Japão, por exemplo, o animal é usado na culinária como “sashimi”.
Thunnus orientalis seria a quarta espécie de 1844 e habita o Oceano Pacífico norte.
Esta não é uma espécie comum em nosso país, por isso, não há nomes vulgares em português, ainda que a pesca de atum da Califórnia tenha começado pelos portugueses.
E o que diferencia a espécie seria a sua postura de um dos principais predadores dos ecossistemas oceânicos.
Por fim, Thunnus thynnus seria uma espécie que está presente no Oceano Atlântico e foi classificada em 1758.
De modo geral, os indivíduos têm um corpo fusiforme e alongado, assim como uma boca grande.

Há também duas barbatanas dorsais que são bem separadas e podem se ajustar a um sulco no dorso.
As barbatanas são seguidas por grupos de escamas que ficam na região ventral.
O Peixe Atum também apresenta uma barbatana caudal bifurcada e um pedúnculo com duas quilhas de queratina.

Para a captura do Peixe Atum, o pescador deve usar varas de ação média a pesada, assim como as linhas de 10 a 25 lbs.
Use uma carretilha ou molinete, porém o ideal é que o equipamento armazene 100 m de linha com 0,40 mm de diâmetro.
Por outro lado, use anzóis com números entre 3/0 e 8/0.
E com relação às iscas naturais, você pode optar pelas lulas ou peixes pequenos.

Já as iscas artificiais mais eficientes são as lulas e plugs de meia água.
Portanto, como dica final, lembre-se de que o Atum tem muita força e briga até cansar. Dessa forma, você precisa deixar o equipamento bem regulado.
___________________________________________________________________________________________________

 

Características do Peixe Cachorra

 

Os dois enormes dentes do Peixe Cachorra podem medir até 10 cm e tornam a espécie um excelente exemplar para pesca esportiva.
E além dos dentes, o bicho, completamente exótico, também conta com outras características que você poderá conhecer ao decorrer da leitura, vamos lá:

É importante citar que este peixe tem como tamanho máximo cerca de 89 cm e pesa 8,5 kg.
No entanto, exemplares raros com o tamanho de 95 cm na Venezuela e com 1 metro no Brasil, foram encontrados.
Acredita-se também que os maiores exemplares da espécie podem alcançar até 18 kg.
É um excelente alvo aos pescadores que pretendem pescar na Bacia Amazônica.

Também conhecido como payara, o animal tem um corpo alongado, comprido e uma cabeça relativamente pequena.O interessante é que o peixe tem dois olhos bem grandes e possui uma poderosa e imensa boca.

Na boca do peixe Cachorra também é possível conferir dentes caninos, sendo dois situados na mandíbula após o seu “queixo”, que ficam alojados em depressões presentes na maxila superior.

E são estes dentes que impressionam a muitos e também podem causar graves ferimentos em um pescador inexperiente.Quanto a sua coloração, o bicho é prateado e pode ter o dorso mais escuro, com os tons de marrom ou preto.

Por outro lado, os peixes adultos têm a base da cauda e da barbatana anal amarelada e em um tom claro.Um ponto que você também pode observar é que o bicho tem uma nadadeira caudal truncada e raramente está inteira.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Peixe Pirarara

Sendo usado no mercado ornamental quando jovem, o Peixe Pirarara também é uma excelente espécie para a pesca esportiva.
E isso ocorre devido o seu tamanho e todos os desafios que oferece em meio à captura.

Conforme a região, é possível encontrar o Pirarara como Uarara, Pirabepre, Parabebe, Torai Cajaro e Laitu.
E dentre as características do Peixe Pirarara, saiba que ele é de couro e tem um grande porte.
O animal também tem uma cabeça grande que é fortemente ossificada, assim como uma placa óssea que fica antes da nadadeira dorsal.

Inclusive, um ponto que pode diferenciá-lo seria a sua coloração, por isso, é considerado um dos peixes de couro mais coloridos da Amazônia.
Dessa forma, seu dorso varia do marrom ao preto, tal como pode apresentar alguns tons de verde.
Já o seu ventre tem uma cor do amarelo ao creme e os flancos são amarelados.

Assim, o bicho também apresenta uma cauda truncada que tem a cor de vermelho-sangue.
Além disso, o Pirarara tem três pares de barbilhões sensitivos que são comuns em sua família, sendo um em sua maxila e dois na mandíbula.
E uma característica interessante sobre os barbilhões é que eles emitem um alto bufo que começa grave e termina agudo quando o bicho os retira da água.

Nesse sentido, o som é emitido pela passagem do ar da cavidade bucal pelos seus opérculos.
Já com relação ao tamanho e peso, o peixe alcança os 1,2 metro e 70 kg.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Características do Javali

 

O javali é uma espécie de porco europeu que teve seu primeiro registro na América do Sul datado por volta de 1904 na Argentina. Acredita-se que a invasão do javali asselvajado tenha ocorrido pela fronteira sudoeste do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Na década de 90 também ocorreram importações de javalis puros destinados a criadouros dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul para comercialização da carne (IBAMA, 2020).
O escape de animais de criadouros contribuiu para a dispersão desses animais em território brasileiro. Essa introdução em ambientes naturais provoca impactos ambientais como:  a diminuição e morte de diversas espécies nativas da flora e risco à fauna, pois o javali é predador de ovos e filhotes de outras espécies;  transmissão de doenças para os animais nativos; aceleração do processo de erosão e o aumento do assoreamento dos rios (IBAMA, 2020).
Pela lei, caçar é proibido no Brasil, mas o javali é a única exceção. Ele pode, mas se for para o manejo, ou seja, o abate para evitar que o javali se reproduza e destrua plantações. E desde que o animal não sofra maus tratos. Mas em dois meses de investigação jornalística, o Fantástico descobriu uma realidade bem diferente e de alto risco.
O manejo do javali é permitido em todo o país desde 2013. O Ibama autorizou o abate com base no risco de transmissão de doenças e em relatos de prejuízos de agricultores, sobretudo nas plantações de milho e soja, que são consumidos pelo animal.

 

TODAS AS IMAGENS DOS PEIXES FORAM
CRIADAS EXCLUSIVAMENTE PARA UTILIZAÇÃO DA KING BRASIL !

É EXPRESSAMENTE PROÍBIDA A CÓPIA PARA COMERCIALIZAÇÃO
SOB PENA DE MULTAS E AÇÕES EXTRA-JUDICIAIS!

Pague com
  • Pix
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

Lojas Adventure de Roupas e acessórios ltda me - CNPJ: 14.000.322/0001-45 © Todos os direitos reservados. 2022

Desenvolvido por: